Formação Sacerdotal de Umbanda


                                                                 Babalaô Ronaldo Linares – Foto: Al Duo Studio

FORMATURA DO 30º BARCO MARCA HISTÓRIA DE QUASE MEIO SÉCULO

O dia 14 de setembro de 2019 ficará na história e no coração de todos que participaram do 30º Barco de Formação Sacerdotal de Umbanda promovido pela Federação Umbandista do Grande ABC (FUGABC). O evento aconteceu no Teatro Municipal de Santo André e contou com a presença de diversas autoridades.

A Federação Umbandista do Grande ABC, presidida pelo Babalaô Ronaldo Linares, foi a primeira instituição do país a criar um curso para Sacerdotes de Umbanda. A ideia nasceu da observação de Pai Ronaldo que a maioria dos templos de umbanda surgem de forma espontânea, fruto da intuição ou comando efetivo da espiritualidade à seus médiuns, mas muitos não possuíam conhecimento aprofundado da liturgia umbandista, como o preparo de amaci ou pemba e conhecimentos teóricos como a história da Umbanda e dos Orixás. Desta forma, por volta da década de 70, Pai Ronaldo iniciou o primeiro Barco de Formação Sacerdotal e de lá para cá já formou presencialmente mais de 6 mil sacerdotes.

                                                                 Formatura do 30º Barco Sacerdotal – Foto: Al Duo Studio

O evento teve início com a Curimba da Aldeia de Caboclos tocando para Oxalá enquanto os formando entravam no teatro. Na sequência o discurso de abertura do Babalaô Ronaldo Linares explica porque chama-se Barco, fazendo uma alusão aos navios negreiros que todos juntos tinham um só destino. Convidou as autoridades presentes para compor a mesa de honra e todos cantaram juntos o Hino Nacional Brasileiro e o Hino da Umbanda.

A mesa de honra contou com a presença de Babá Dirce Paludetti Fogo, Diretora Espiritual da Federação Umbandista do Grande ABC e professora do Barco junto com Pai Ronaldo; o Vereador Alemão Duarte e sua assessora especial Rosely Mantovani; Nelson Banhara representando o Deputado Federal Vicentinho e Erik Eloi também da comitiva de Vicentinho; Patrícia Moretti representando o Fórum Inter-religioso de Santo André; além de Dra. Rose Zeferino representando o Prefeito Paulo Serra. Logo em seguida chegou também o Vice Prefeito da cidade de Santo André, Sr. Luiz Zacarias. Além das autoridades citadas, o Babalaô Márcio Pinho formado pelo 27º Barco, a Babá Simone Mutti Mayer do 24º Barco e a Babá Jennifer Lanfredi de Paiva do 20º Barco também compuseram a mesa.

A Babá Dirce fez um discurso emocionante para os mais novos Babalaôs e Babás abordando a superação de todos frente às dificuldades de uma jornada sacerdotal e comentou em tom de alegria como “a turma a ajudou a se sentir como uma mocinha cheia de energia, mesmo diante dos seus quase 80 anos”. Agradeceu a todos e compartilhou sua felicidade em ver que “as sementinhas que foram regadas durante o 30º Barco se tornaram árvores frondosas hoje”, concluiu Babá Dirce.

                                                                    Babá Dirce Paludetti Fogo – Foto: Al Duo Studio

O evento contou com a Curimba da Aldeia de Caboclos, comandada pelo Pai Engels de Xangô que brilhantemente entoou lindas canções aos Orixás durante a cerimônia. A apresentação de dança dos Bailarinos da Aldeia abrilhantaram o evento com a dança de Xangô em homenagem a Coroa Espiritual do Pai Ronaldo Linares.

                                                              Bailarinos da Aldeia de Caboclos – Foto: Al Duo Studio

 A psicóloga Babá Carolina Tsé foi escolhida como paraninfo da turma e fez um discurso de incentivo aos novos Sacerdotes: “… mesmo que tenham medo, não parem nunca”.

                                                                          Psicóloga Babá Carolina Tsé – Foto: Al Duo Studio                                                   

A jornalista Carol Bandeira, formanda do 30º Barco e neta sobrinha do escritor de Umbanda Cavalcanti Bandeira, foi escolhida como oradora da turma. Narrou em seu discurso todos os percalços vividos pela turma e concluiu “… que consigamos colocar em prática a mensagem do Caboclo das Sete Encruzilhadas: aprendendo com os mais evoluídos, ensinando aos menos, mas a ninguém negando atendimento”.

                                                                              Jornalista Carol Bandeira – Foto: Al Duo Studio

O juramento umbandista foi proferido pela formanda da turma, a advogada Adriana Brinques e repetido por todos os formandos. Esse juramento é um importante compromisso público de “nunca utilizar os conhecimentos aprendidos num terreiro para prejudicar a quem quer que seja”.

                                    Advogada Adriana Brinques fazendo o Juramento Umbandista com a turma – Foto: Al Duo Studio

HOMENAGENS

Os patronos do 30º Barco Pai Benedito de Aruanda e Caboclo Tupinambá foram homenageados com breve apresentação teatral, emocionando a todos os presentes. E não por acaso, o Barco levou o nome deles: “Filhos de Pai Benedito e Caboclo Tupinambá”.

                                                              Babalaô Anderson Lira – Como Caboclo Tupinambá Foto: Al Duo Studio

                                                             Babalaô Clodoaldo Ângelo – Como Pai Benedito  Foto: Al Duo Studio

Os alunos prestaram uma linda homenagem ao Pai Ronaldo e a Babá Dirce com peças da artista Roberta Ocana, o preto velho e o caboclo criados com exclusividade pela Feltro feito a mão, especialmente para a homenagem. Além do Pai Ronaldo e da Babá Dirce, todos os Sacerdotes que ajudaram nas Obrigações foram homenageados pelos alunos e pela Federação Umbandista do Grande ABC que os presenteou também com canecas personalizadas do Barco recheadas de chocolates.

                       Babá Dirce e Pai Ronaldo recebendo homenagem por Leandro Ocana e Roberta Ocana – Al Duo Studio

ENTREGA DE DIPLOMAS

Cada Sacerdote foi chamado ao palco por João Rodolfo Linares, Vice Presidente da Federação Umbandista do Grande ABC. Os formandos, em clima de celebração, receberam seus diplomas das mãos de Babá Dirce e Pai Ronaldo.

                                          João Rodolfo Linares – Vice Presidente da FUGABC – Foto: Al Duo Studio

Ao final do evento, Pai Ronaldo enfatizou a responsabilidade dos novos Sacerdotes em hastearem a bandeira da Umbanda por onde passarem e solicitou que nunca se esquecessem do conselho dele: “SEJAM SEMPRE BONS!”

A Federação Umbandista do Grande ABC agradece a todos os colaboradores, apoiadores, voluntários, ao Pai Engels e a Aldeia de Caboclo por todo apoio a realização do evento, as autoridades presentes, Sacerdotes e em especial a todos os alunos deste 30º Barco de Formação Sacerdotal pela confiança em nosso trabalho nestes quase 50 anos. Parabéns Babás e Babalaôs!

Com Carinho,

Maria Aparecida Linares

Relações Institucionais e Comunicação da FUGABC

E-mail: federacaoabc@gmail.com

 

Texto publicado no Jornal Aldeia de Caboclos – Edição 85 – Pags. 4 e 5.

 

 

Siga-nos nas redes sociais
error