Babalaô Ronaldo Linares revela segredos de Ifá


No último dia 07 de setembro de 2019, os alunos do 30º Barco de Formação Sacerdotal de Umbanda da Federação Umbandista do Grande ABC tiveram o privilégio de ver ao vivo a aula do Babalaô Ronaldo Linares sobre os mistérios de Ifá. Numa aula fechada somente para os alunos do curso que decidiram ir até o último estágio da formação: o de Babalaô. Os já outorgados Babalorixás puderam assistir, na prática, Pai Ronaldo desvendar os segredos do jogo de búzios.

A aula faz parte da última formação sacerdotal presencial com o Pai Ronaldo Linares e precede o Obrigação de Ifá que irá consagrar os Sacerdotes ao último estágio iniciático dentro da Umbanda.

 

DINÂMICA DA AULA

Durante a aula, alunos voluntários puderam fazer perguntas e as respostas foram sendo explicadas, a depender da queda dos búzios na peneira. Pai Ronaldo ensina que a interpretação de Ifá inicia pela permissão de Oxalá e é através do búzio de Oxalá que todo o jogo será determinado. Os Orixás que falam sobre o passado e presente do consulente, que revelam se existem coisas boas ou ruins no caminho da pessoa, bem como os Guias e Guardiões que respondem no jogo, todos foram paulatinamente sendo revelados, a partir das perguntas lançadas.

Como a mesa para consulta é proporcional ao atendimento de uma ou duas pessoas, para que todos pudessem acompanhar em detalhes a queda dos búzios, a Federação disponibilizou um telão com a filmagem em tempo real dos detalhes da queda dos búzios para que, os quase cem alunos presentes pudessem acompanhar, passo a passo, as explicações.

 

ÉTICA DE BABALAÔ

Babá Dirce Fogo, diretora espiritual da Casa de Pai Benedito e braço direito do Pai Ronaldo há mais de 40 anos também contribuiu com a aula e explicou seus pontos de vista sobre o jogo. A importância da ética do Babalaô em ter discernimento sobre o que deve ou não ser revelado ao consulente foram um dos pontos discutidos. O que fazer quando se descobre em um jogo de búzios que está havendo uma traição por um dos cônjuges? Deve se falar abertamente? E se a pessoa traída for uma pessoa violenta e saindo da consulta, atentar contra a vida do companheiro que “supostamente” está a traindo, onde fica a responsabilidade do Sacerdote?


Pai Ronaldo explica que a sabedoria de Ifá não está em se revelar tudo que o jogo afirma, mas saber avaliar, caso a caso, o que deve ou não ser dito. Avaliar o impacto do que será dito na vida no consulente, afinal, quem busca uma consulta a um jogo de Ifá, certamente está em busca de soluções consoladoras para suas dificuldades e não em busca de mais problemas. Portanto, antes de tudo, o sacerdote deve lembrar de sua postura de “cuidador” de almas e redobrar a atenção quanto a vaidade e as tentações do ego, que muitas vezes, o acesso a determinadas informações podem suscitar no Babalaô.

 

PREPARAÇÃO PARA O JOGO

A forma de se preparar para o jogo foi um dos aspectos abordados na aula. O Babalaô deve estar atento aos seus cuidados pessoais. Evitar bebidas, sexo e o consumo de carne em dias de atendimento para a preservação de suas vibrações naturais, o que facilitará ainda mais a percepção de sua intuição para a interpretação do jogo.
O ambiente em que se recebe o consulente também deverá ser preparado, com incensos e harmonização do local. Quanto melhor preparado estiver o local e o médium, mas fácil se dará a comunicação de Ifá.

 

APRENDENDO SOBRE IFÁ

“Aprender a jogar búzios é uma tarefa lenta, que requer estudo e dedicação e somente então, saberemos se determinado Sacerdote terá ou não acesso de fato a sabedoria de Ifá. A aula é uma demonstração de como funciona o oráculo, mas naturalmente, que a absorção do conhecimento dependerá de cada um e levará certo tempo”, afirma Pai Ronaldo Linares.


Pai Ronaldo contou que aprendeu os segredos do oráculo na beira da praia do Rio de Janeiro, quando era filho do Ilê do famoso Joãozinho da Gomeia. Sua formação inicial no Candomblé e convivência diária por mais de quatro anos morando na roça de Candomblé de Joãozinho, o deu acesso a muitos conhecimentos. Posteriormente, aprendendo sobre a Umbanda diretamente com Zélio de Moraes pode ajustar suas práticas religiosas a filosofia umbandista, trazendo, contudo, os saberes também do Candomblé.

Siga-nos nas redes sociais
error