Dia de Finados – Feriado católico. E para a Umbanda?


O Dia de Finados é feriado nacional em 02 de novembro, o que pouco se sabe é porque o Dia de Finados é cultuado.

Muitas tradições cultuam os mortos e para a Igreja Católica a tradição ficou instituída após o dia 01 de novembro que é considerado Dia de Todos os Santos Católicos. Neste dia 1º a Igreja Católica, já no primeiro século da sua existência, instituiu o hábito de orar pelos mártires que morrem em estado de graça e com os pecados perdoados.

E todas as demais almas estariam, então, condenadas ao purgatório e necessitariam de uma ajuda para sair de lá, antes do “fim do mundo” pois no ano 100 d.C. imaginava-se que o mundo iria se acabar. Instituiu-se, então, o dia seguinte, 2 de novembro, como o dia de rezar pelos mortos para ajuda-los neste processo de “salvação”.

A tradição se fortaleceu em todo o mundo e na Europa desde o ano 732 o Papa Gregório III autorizou os padres realizar missas em memória dos falecidos.

E para nós umbandistas, o que isso representa?

Nós umbandistas sabemos que a vida continua após a morte e temos o privilégio de nos comunicarmos com os nosso Guias, que nada mais são, do que Espíritos de pessoas que já viveram na terra. Essa conexão estreita com os Espíritos, os quais nos orientam e guiam para melhoria de nossa convivência em sociedade nos fortalece espiritualmente mas, nem por isso, nos poupa de sofrer com a perda dos que amamos.

Por isso, neste Dia de Finados, nos conectamos com a energia de nosso pai Abaluaiê, que para nós é o Orixá encarregado de cuidar do espírito dos que partem, e sabemos que suas vibrações fortalecem e guiam aqueles que passaram para o outro lado e ainda não entenderam sua condição espiritual.

Assim, que para nós não seja um dia de tristeza, mas de força e fé, para fortalecer os que partiram e encoraja-los a continuar sua jornada no plano espiritual. Nosso amor, força, luz e fé a todas as famílias que perderam parentes neste ano tão difícil de pandemia.

Atotô Abaluaiê!

Siga-nos nas redes sociais