Dia da Consciência Negra


Religião é resistência, Candomblé, Umbanda e todas as religiões de matriz africana são formas de resistir. Como diz Nelson Mandela “Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele, por sua origem ou ainda por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender, e se podem aprender a odiar, elas podem ser ensinadas a amar.”

Assim, seguimos resistindo e ensinando a amar: a natureza, nossos Orixás, inquices, voduns e Guias Espirituais, amar o nosso irmão de fé, seja qual for a sua cor ou cultura. Aprendendo com a humildade dos Pretos Velhos a sabedoria do povo negro.

O marco do dia 20 de novembro foi reconhecido a pouco tempo, através da lei federal nº 12.519 de 2011, mas a luta é antiga pelo respeito e reconhecimento do legado do povo negro para nossa cultura.

Sigamos com fé, respeito e resistência, refletindo e aprendendo todos os dias… Salve Zumbi!

 

 

 

Siga-nos nas redes sociais
error
fb-share-icon